Jovem é assassinado a facadas no centro da cidade

Jovem é assassinado a facadas no centro da cidade

Um jovem de 21 anos foi vítima de um homicídio na noite desta terça-feira, 6, no centro de Juiz de Fora.

De acordo com o registro de ocorrências da Polícia Militar (PM), uma viatura compareceu até a esquina da Rua Roberto de Barros com a Rua Benjamin Constant a fim de atender uma ocorrência de briga. Ao chegar ao local, os policiais se depararam com o corpo da vítima ensanguentado e caído ao solo, apresentando um ferimento de facadas na altura da barriga.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, entretanto, a vítima já não possuía sinais vitais, sendo constatadas cinco facadas, na região do tórax e barriga.

A PM iniciou buscas pelo local e constatou que o suspeito do crime teria jogado a arma do crime no estacionamento de um mercado próximo ao local. A arma foi apreendida.

Durante buscas pela região e com o apoio do programa “Olho Vivo”, os policiais localizaram um indivíduo suspeito próximo ao local do crime. O homem, de 31 anos, foi abordado e relatou aos militares que em data passada o autor do crime, um jovem de 22 anos, teria roubado o celular da vítima. O jovem então, sabendo que o autor estaria jogando sinuca em um bar do centro, resolveu comparecer ao local para cobrar o celular roubado, chegando a discutir com o mesmo.

Continuando o relato aos policiais, o suspeito explicou que acompanhou a briga, na qual, em determinado momento, a vítima percebeu que o autor estava armado com uma faca e decidiu fugir para não sofrer nenhum ataque. Ele fugiu até um ponto de ônibus no local, sendo perseguido pelo autor e outros quatro indivíduos.

O jovem tentou entrar em um ônibus estacionado no local, entretanto o motorista fechou a porta e partiu com o veículo. Nesse momento o autor puxou a vítima pelo braço e passou a golpeá-la com a faca.

A testemunha relatou que presenciou o momento do crime e por isso fugiu com medo de ser alcançado pelo autor.

Uma perícia foi realizada no local e o corpo liberado para a funerária.

A PM não encontrou o autor e nenhum dos outros quatro envolvidos que teriam perseguido a vítima.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro