Três homens são presos por posse ilegal de arma de fogo na zona Norte

Três homens são presos por posse ilegal de arma de fogo na zona Norte

A Polícia Militar (PM) registrou três ocorrências relativas à porte ilegal de arma de fogo, em bairros diferentes da zona Norte de Juiz de Fora, nessa segunda-feira, 15. As ações resultaram na prisão de três suspeitos e na apreensão de armas e munições.


No bairro Valadares, um homem de 36 anos foi detido e foram apreendidos um revólver calibre.22, além de quatro cartuchos intactos e duas munições picotadas de mesmo calibre. Segundo informações da PM, os militares chegaram até o suspeito após receberem informações de que ele estaria exibindo a arma nas ruas do bairro no domingo, 14.


Diante das informações, os policiais realizaram diligências em busca do homem, que foi encontrado na Rua da Estação. Abordado, o autor confirmou a posse do revólver e indicou o local onde o mesmo estava escondido. Ele foi preso e conduzido à Delegacia.


Um outro homem, de 37 anos, foi detido no bairro Jardim Natal depois que um revólver Taurus calibre .38 foi encontrado em sua residência. De acordo com informações do registro de ocorrência, os policiais se deslocaram até o imóvel após receberem denúncia anônima informando que o autor tinha um revólver, uma pistola e uma espingarda calibre 12 em casa.


O denunciado autorizou a entrada dos militares na residência e, durante buscas, o revólver foi encontrado escondido debaixo da última gaveta de um guarda-roupa. Questionado sobre a origem da arma, o suspeito informou que a havia encontrado no carro de um indivíduo que encontra-se preso em Ubá (a cerca de 111 Km de JF) e que estaria guardando o revólver para o mesmo, com quem pegou o veículo emprestado.


O autor foi preso e conduzido à delegacia de plantão, juntamente com a arma de fogo apreendida, para as providências cabíveis.


No final da tarde, durante patrulhamento pelo bairro Santa Cruz, uma equipe da PM foi abordada por uma mulher, relatando que, em um imóvel na Rua Helena Bittencourt, no bairro Carlos Chagas, havia uma pessoa em cárcere privado e que o proprietário da casa possuía uma arma de fogo.


Conforme informações do Boletim de Ocorrência (BO), os militares se deslocaram até o endereço informado e tiveram a entrada franqueada pelo morador do local. Lá, confirmaram que a denúncia de cárcere privado era infundada, porém, em uma estante na sala do imóvel havia armas de fogo de modelo antigo.


Em conversas com o autor, o mesmo informou que ganhou uma das armas e comprou a outra na feira livre. Ele afirmou, ainda, que era colecionador, por isso guardava as armas expostas no móvel da sala. Como não possuía autorização para a posse das armas, foi conduzido à delegacia, com o material apreendido, para as demais providências.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro