Regiao - Centro 1

Programa Música Minas recebe sugestões durante colaboração online

Programa Música Minas recebe sugestões durante colaboração online

A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) promove uma colaboração online para colher da sociedade civil contribuições que auxiliem na elaboração do edital do programa Música Minas 2018. A sugestões podem ser enviadas até 7 de fevereiro no endereço goo.gl/b2EBWD.


A colaboração online é uma forma de ampliar a participação da sociedade civil no desenvolvimento e aperfeiçoamento da política cultural mineira destinada ao segmento da música e vai ao encontro da principal diretriz do Governo de Minas Gerais, que é a escuta e a proximidade com os mineiros.


“A contribuição da sociedade é fundamental para construirmos um edital que atenda às necessidades do segmento. A participação auxilia na criação de um programa cada vez mais aderente aos interesses da população”, avalia o diretor de Programas e Articulação Institucional da Superintendência de Interiorização e Ação Cultural da SEC, Marco Túlio Costa.

 

MÚSICA MINAS


O programa de intercâmbio viabiliza viagens por municípios de todo o Brasil e dos cinco continentes. São R$700 mil repassados, a título de ajuda de custo, para despesas com passagens, seguros de viagem, hospedagem, alimentação entre outras.


Em 2017, o Música Minas contemplou 56 propostas e garantiu a circulação de 210 pessoas. Artistas mineiros levaram a música produzida em Minas Gerais aos cinco continentes.


O Japão recebeu o duo Alexandre Andrés e Rafael Martini para o lançamento do álbum Hura. A Coreia do Sul foi o destino da artista Jennifer Souza, que apresentou canções de seu trabalho "Impossível Breve".


O famoso festival de jazz de Montreux, na Suíça, por onde passaram grandes nomes da música, como Nina Simone, Ella Fitzgerald e Elis Regina, foi palco para o guitarrista de Ribeirão das Neves, Expedito Inácio Andrade.


A banda ouro-pretana Seu Juvenal, que comemorou no ano passado 20 anos de estrada, excursionou pela primeira vez na Europa, tocando na República Tcheca, Polônia e Eslováquia. A Argentina deu voz à música produzida em Minas Gerais com uma série de apresentações do Araçá Quarteto de Choro, grupo de Poços de Caldas.


O programa da Secretária de Estado de Cultura também foi responsável por levar o professor de violão Ricardo Novais a Guiné-Bissau, na África, para ensinar violão à crianças e adolescentes carentes. O convite partiu do “Projeto Educando”, escola que atende cerca de 150 pessoas na cidade de Gabu, região leste do país.


Em 2015 e 2016, o edital viabilizou 111 projetos, promovendo a viagem de 349 integrantes da cadeia criativa e produtiva da música.

 

Fonte: Agência Minas

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro