Mostra de cinema discute direitos humanos

Mostra de cinema discute direitos humanos

Nesta semana acontece a “10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos”, promovida pelo Cineclube “Bordel sem Paredes”, em comemoração aos seus seis anos de existência. O evento segue até o dia 25, com exibições gratuitas no Anfiteatro “João Carriço”, na sede da Fundação Cultural “Alfredo Ferreira Lage” (Funalfa), na Avenida Barão do Rio Branco, 2.234 - Centro, em dois horários: às 17h e às 19h. Sessão especial foi programada para o dia 25, quarta-feira, às 22h, no Bar e Lanches Krismara (Rua Moraes e Castro, 856 – São Mateus).


A mostra faz parte da programação do projeto “Maio Cultural”, que comemora os 166 anos de Juiz de Fora, e exibe produções que abordam a temática dos direitos humanos. Para após os filmes estão previstas rodas de conversa e bate-papo com militantes sociais, artistas, cineastas, acadêmicos e líderes comunitários. No decorrer da programação serão abordadas também questões relativas à luta feminina, arte e vida, homossexualidade e periferia, dentre outras.


Um dos curadores da mostra, Guilherme Landim, avaliou a força do cinema como ponto de partida para se questionar e buscar compreender nossa atual conjuntura social de intolerância a grupos marginalizados, como gays, lésbicas, travestis, transexuais, pessoas em situação de rua, pobres, indígenas e negros, entre outros. O curador e produtor afirmou que os filmes de temáticas instigantes podem sedimentar um debate potente a respeito do atual cenário político e social no Brasil: “A Mostra de Cinema e Direitos Humanos em Juiz de Fora foi pensada e organizada de forma a abranger toda a comunidade, em sua inerente diversidade e pluriculturalismo. Portanto, contamos com o público para lotarmos a sala de cinema ´João Carriço´, e também para acompanharem e discutirem conosco temas tão caros no atual cenário vivido pelo Brasil".

Confira a programação
Dia 24
17h
Tema: A luta das mulheres
Filmes: “O Corpo é Meu” e “Quem Matou Eloá?”

19h
Tema: Arte e vida
Filme: “A Paixão de JL”

Dia 25
17h
Tema: Intervenções urbanas
Filmes: “O Muro é o Meio” e “Pixo”

19h
Tema: A periferia fabula a própria história
Filmes: “Branco sai, Preto Fica”

Fonte: Assessoria

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro