Espetáculo teatral propõe jornada lúdica através da imaginação

Espetáculo teatral propõe jornada lúdica através da imaginação

Quantos mundos você conhece? Quantos mundos estaria disposto a conhecer? No caso das crianças, é grande a chance de a resposta vir em número exponencial. Essa amplitude de possibilidades e abertura para o novo inspirou o Grupo Corpo Coletivo, de Juiz de Fora, na criação de seu primeiro espetáculo infantil: “Coisas Invisíveis”. O monólogo, no qual a atriz Carú Rezende interage com personagens e cenários projetados em luzes coloridas, está na programação do projeto “Maio Cultural” e será encenado neste fim de semana no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM).


As apresentações acontecem no sábado e domingo, dias 21 e 22, às 16h, e os ingressos serão trocados por livros de literatura em bom estado, respeitando a capacidade de público na Sala de Encenação Flávio Márcio. A troca acontece uma hora antes de cada espetáculo, na portaria do CCBM (Avenida Getúlio Vargas, 200, Centro). As publicações recolhidas serão doadas pela Funalfa para bibliotecas públicas e comunitárias, além de projetos de incentivo à leitura.


Com direção de Hussan Fadel, o espetáculo conta a história de uma menina que adora dançar, mas, diante das críticas que recebe, começa a ficar paralisada. A menina, agora, precisa de amigos para escapar da condição de estátua.
Toda essa trama transcorre em universos fantásticos, percorridos em uma jornada que, na verdade, busca a autodescoberta. Sair de si para saber de si é o desafio da menina dançarina e também o das crianças de todas as idades que estão na plateia.


A montagem “Coisas Invisíveis” voltará a ser encenada na próxima semana, também como parte do projeto “Maio Cultural”, no Centro de Artes e Esportes Unificados Coronel Adelmir Romualdo de Oliveira – CEU/Zona Norte. No dia 28, a apresentação acontece às 18h, e no domingo, às 16h.


O Grupo Corpo Coletivo desenvolve projetos experimentais e autorais, buscando alternativas para o fazer teatral. Seu primeiro espetáculo foi “Casa dos Espelhos”, com estreia em 2014. Em 2015, a trupe ofereceu uma oficina de formação de artistas, “Pessoas Extraordinárias”, com foco na construção de personagens, e contou com patrocínio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura Murilo Mendes.

Salão de Humor


Como parte da programação do projeto “Maio Cultural”, o 7º Salão de Humor de Juiz de Fora – Funalfa será aberto na sexta-feira, 20, às 20h, no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM – Avenida Getúlio Vargas, 200 – Centro). Neste ano, foram recebidos 86 trabalhos de artistas radicados em nove estados: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Maranhão, Alagoas, Pará, Piauí e Rio Grande do Sul.


Para o salão, foram selecionados 65 trabalhos, sendo 13 de artistas de Juiz de Fora. As charges, HQs, caricaturas e cartuns ficarão expostos na Galeria Alternativa 1 até 13 de junho. A visitação é gratuita, de terça a sexta-feira, das 9h às 21h, e aos sábados e domingos, das 10h às 18h.


Marlon Amorim Tenório, do Rio de Janeiro (RJ), foi classificado em primeiro lugar com uma charge sem título que retrata a execução de Tiradentes, remetendo ao popular jogo da forca. O segundo colocado é Elcio Danilo Russo, de Caratinga (MG), com as charges: “Metamorfose Social” e “Ecos da Votação”. Já Sérgio Luiz Roda, de São Carlos (SP), foi classificado em terceiro lugar, com as caricaturas “Dona Dilma” e “Seu Temer”.


O 7º Salão de Humor de Juiz de Fora também confere menções honrosas para Anderson Oliveira Delfino (cartum/Sorocaba-SP), Artur do Prado Aleixo Soares (HQ/São Paulo/SP), Jacob Wanderson Ribeiro (caricatura feita com café/Maceió/AL) e Maurício Zamprogna (cartum/Passo Fundo/RS).

Retrospectiva


Este ano, a Funalfa também promoverá um retrospecto do Salão de Humor de Juiz de Fora, reunindo 28 trabalhos das seis edições anteriores. A mostra “Retrospectiva Salão de Humor de Juiz de Fora” ocupará o saguão do Centro de Artes e Esportes Unificados Coronel Romualdo de Oliveira (CEU/Zona Norte), e será aberta também na sexta-feira, 20, às 13h, ficando em cartaz até 20 de junho, com visitação gratuita.

Fonte: Assessoria

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro