Feirão Limpa Nome começa nesta segunda-feira

Feirão Limpa Nome começa nesta segunda-feira

A partir desta segunda-feira, 23, até o dia 27 de novembro, acontece o “1º Feirão Limpa Nome Procon-JF”. O evento tem como objetivo possibilitar o encontro entre a empresa e o consumidor com dívida e promover acordos, levando à limpeza do nome do consumidor. O Feirão é voltado para pessoas que possuem débitos com mais de 60 dias de vencimento e que têm o nome incluído nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. Os agentes do Procon farão uma triagem entre os interessados para saber se eles têm como arcar com os acordos, para não gerar novos débitos.
Além do tempo de débito, é importante o consumidor ficar atento, já que só será possível realizar acordos com as empresas participantes do Feirão. São elas: Banco Itaú, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Losango Financeira, Agiplan, Bahamas, Claro, Oi e Tim.
Foram convidadas as empresas que apresentam o maior número de reclamações no Procon e, até a dia do Feirão, a instituição espera receber mais empresas para participar da ação. Também poderão renegociar seus débitos quem estiver devendo a lojas que fazem parte da Câmara de Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL/JF). Neste caso, os acordos serão feitos no site da instituição (www.cdljf.com.br).
Na avaliação do superintendente do Procon/JF, Nilson Ferreira Neto, a medida é importante e “visa permitir ao consumidor que ele possa ter contato direto com seu credor, com intermediação do Procon, e possa renegociar sua dívida num patamar em que ele possa pagar”, afirmou.
Segundo levantamento preliminar nos bancos de dados do CDL/JF, a cidade hoje já tem mais de 100 mil pessoas com dívidas cadastradas no sistema da instituição. A expectativa é que o Feirão atinja em torno de 10% dos devedores, ou seja, o equivalente a 10 mil inadimplentes.
Durante o evento serão distribuídas dez senhas por dia para clientes de cada uma das empresas participantes. A recomendação é chegar cedo. A iniciativa vai funcionar nos postos de atendimento do Procon, das 8h30 às 12h e das 13h às 16h.

Crédito para o Natal

O comércio também deve lucrar com o retorno de crédito aos consumidores. Isso porque quem participar da ação e conseguir realizar um acordo com as empresas terá as restrições retiradas do nome, o que possibilita uma nova oportunidade de crédito.
Segundo Neto, “pagando a primeira parcela, ou a entrada para a quitação da dívida, o nome do consumidor já sai do banco de dados, e ele tem de volta o acesso ao crédito”. Ele ainda alerta que é preciso fazer as contas, já que o consumidor tem que estar em dia com o acordo para não voltar para o cadastro negativo, além de quitar as parcelas das novas compras.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro