Corpo é encontrado dentro de automóvel no Parque das Águas

Corpo é encontrado dentro de automóvel no Parque das Águas

A Polícia Civil (PC) encontrou um corpo dentro de um carro modelo Fox, na Rua José Meirelles no bairro Parque das Águas, na região Norte, na manhã dessa sexta-feira, 20. O jovem, que até o fechamento desta edição não havia sido identificado, foi descoberto por populares, que contaram que o carro estava parado e que saía fumaça de dentro do veículo. A vítima não portava documentos, porém, no porta-luvas do carro foram encontrados diversos boletins de ocorrências e processos judiciais. Ainda de acordo com a Polícia, populares haviam tentado furtar pertences de dentro do automóvel.
O banco do carona estava queimado e o fogo teria sido apagado por moradores. Dentro do veículo foram encontrados fósforos, um cigarro de substância ainda não confirmada e três cápsulas de uma arma 9mm. A vítima possuía vários ferimentos de disparos de arma de fogo: dois na orelha direita, um na fronte, outro no queixo, e outros dois em outros pontos da cabeça. O carro, com placa de Linhares (ES), estava com os documentos dentro da legalidade. A porta do veículo tinha duas marcas de balas e no porta-malas havia apenas roupas de uso em motocicletas, um carregador universal de aparelhos eletrônicos, um boné e um binóculo. Ainda não foi possível levantar nem motivações, nem suspeitos para o crime.

02 Mariana Reis
Uma equipe da Delegacia de Homicídios esteve no local do assassinato fazendo os primeiros levantamentos e ouvindo as pessoas. “Isso agiliza o processo de investigação todo. Conseguimos também perceber outros elementos, que, somados à perícia e aos laudos de levantamento de local, podem elucidar melhor o que aconteceu. Por enquanto, o que temos de certo é que o autor do crime estava dentro do carro junto com a vítima”, comentou o delegado Carlos Eduardo Rodrigues.
Outro apontamento feito por ele é sobre a causa do fogo. “O banco do carona foi parcialmente queimado. Como havia um cigarro, há duas possibilidades: a de a vítima estar fumando na hora dos disparos; e também não podemos descartar a hipótese de o autor ter tentado incendiar o carro”, finaliza. As investigações prosseguem.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro