“Corte Real da Folia” coloca a solidariedade em dia em campanha de doação de sangue

“Corte Real da Folia” coloca a solidariedade em dia em campanha de doação de sangue

Depois do fim de semana agitado de abertura do pré-carnaval de Juiz de Fora, a “Corte Real da Folia” reservou um tempo na agenda apertada para incentivar a solidariedade através da doação de sangue. Na manhã dessa terça-feira, 30, o Rei Momo Eduardo Rodrigues, a Rainha Gracyele Rocha, a Princesa Deysi Alves, acompanhados da Musa dos Blocos, Tassiane Agostinho, e da Rainha dos Blocos, Cristina Rabello, estiveram no Hemominas (Rua Barão de Cataguases, Centro), onde participaram da triagem médica, esclareceram dúvidas, doaram sangue e divulgaram a importância da captação antes da folia. A ação foi promovida pelo “Bem Comum”, projeto da Secretaria de Comunicação Social (SCS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), que tem como objetivo encurtar o caminho entre quem quer ajudar e quem precisa de apoio.


A coleta de sangue dos representantes do carnaval da cidade teve como objetivo auxiliar o Hemocentro Regional de Juiz de Fora a conscientizar os foliões sobre a importância da doação em época de baixa nos estoques. Atualmente, 29% do sangue de fator Rh negativo está abaixo do esperado, sendo a situação mais grave a do sangue tipo O-, que está 52% abaixo do esperado.


A assistente social do Hemocentro, Thaysi Ribeiro, explicou que esse período de festas e de férias costuma afastar os doadores. Porém, é nesse momento em que a doação é mais necessária: “Em decorrência das festas de final de ano, das férias, e, agora, do carnaval, a tendência é o comparecimento reduzido de doadores. Este ano, ainda temos o agravante do surgimento de casos suspeitos de febre amarela na região. Por isso, a importância das campanhas para estimular as pessoas a doar, para podermos garantir o estoque e o atendimento daquelas que precisam de transfusão”.


O Rei Momo lembra que “doar sangue é um ato muito gratificante, porque, além de estarmos fazendo o bem, podemos realmente salvar vidas. Especialmente nesta época do ano, de carnaval, quando as pessoas viajam e curtem a folia, estando sujeitas a riscos de acidentes, por exemplo, o que pode fazer com que precisem de doação sanguínea”.


Deysi Alves, que já é doadora, contou sobre o sentimento de salvar vidas através de um pequeno gesto: “É uma sensação muito boa, saber que o meu sangue ajudará pessoas que estão passando por um momento de dificuldade. É muito gratificante”.


Além da Corte, a Rainha e a Musa dos Blocos aproveitaram para convidar os foliões a colaborar com o Hemominas na manutenção da provisão de sangue ideal para o atendimento durante os dias de carnaval. “O processo é rápido e simples, é só passar aqui no Hemominas, participar da triagem, que é rapidinha, e doar para salvar vidas”, explicou Tassiane Agostinho.


Além da participação na ação promovida pelo “Bem comum”, a “Corte da Folia” estará no tradicional bloco criado pelo Hemominas, o “Unidos Pela Vida”, que, pelo décimo ano consecutivo, faz parte da programação do carnaval da cidade. O desfile do bloco acontece no dia 6 de fevereiro, com concentração a partir das 10h30, no Parque Halfeld, em frente à Câmara Municipal. O bloco descerá o calçadão até o cruzamento das ruas Halfeld e Batista de Oliveira, conscientizando a população sobre a importância da doação de sangue.


O Hemocentro Regional de Juiz de Fora funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, e nos sábados, das 7h às 11h, ou até o fim das 90 senhas. Para informações sobre condições ideais para doação de sangue e informações de funcionamento, ligue 155, opção 8, ou acesse o site do Hemominas.


Ressaltamos que, excepcionalmente, durante o carnaval, o Hemocentro Regional abrirá no sábado, 10, apenas para o grupo de pessoas agendadas. Na segunda, 12, funcionará em horário diferenciado, das 7h às 12h, para demanda espontânea. E não funcionará na terça, 13, retomando as atividades na quarta-feira, 15, às 13h.

 

Fonte: Assessoria

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro