Defesa Civil e Bombeiros orientam a população em caso de chuvas fortes

Defesa Civil e Bombeiros orientam a população em caso de chuvas fortes

As fortes chuvas que atingiram Juiz de Fora nos últimos dias têm causado preocupação nos moradores. Danos materiais e diversos transtornos foram registrados. Entre 14h da segunda-feira, 29 e 8h30 de terça-feira, 30, a Defesa Civil recebeu cinco chamados de destelhamentos, oriundos dos bairros Carlos Chagas e Milho Branco, na zona Norte, Nova Germânia e Caiçaras, na zona Oeste. Os pluviômetros registraram média de 27,98 mm de chuva na cidade. Diante da situação, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil emitiram uma série de recomendações e cuidados que devem ser tomados para garantir a segurança dos cidadãos.


De acordo com o gerente do Departamento de Prevenção e Atividades Intersetoriais (Dpai) da Defesa Civil, Joaquim Eduardo Pereira, residências que possuem coberturas metálicas e terrenos com contenções precisam ser revisados constantemente. “As coberturas precisam passar por revisão, pois podem estar enferrujadas ou mal ancoradas na estrutura de concreto. Já no caso das contenções é preciso estar atento e procurar um profissional habilitado para executar a obra. A construção incorreta cria falsa sensação de segura e aumenta o risco para a família, já que nesse período chuvoso ela pode se romper e atingir as residências”, lembra.


Pereira explica que inundações e alagamentos em Juiz de Fora ocorrem de forma momentânea, especialmente no período chuvoso, diferente dos deslizamentos de terra que se intensificam com as fortes precipitações e, em muitos dos casos, são responsáveis pelas interdições das residências. Para essas ocorrências, a prevenção é pontual. “A população deve desobstruir as redes de captação de água pluvial, mantendo esgotos, galerias e valas limpos. Outra recomendação é evitar a movimentação do solo nessa época, visto que ela ocasiona vários problemas com a chegada das chuvas”, reforça.


O Corpo de Bombeiros alerta que a população não deve atravessar em enxurradas. Jogar lixo em via pública pode entupir os bueiros, e no caso de chuvas fortes, deve-se abrigar em local seguro. “É necessário também estar atento à presença de postes e árvores, que podem cair a qualquer momento e atingir os moradores e a fiação elétrica. Se perceber que a parede de uma residência está com rachaduras ou ruídos, abandone-a. Nas situações de alagamentos, estando dentro da enxurrada procure se segurar em local firme. Se outra pessoa estiver na água, jogue algum objeto, uma corda ou boia para que ela possa se segurar e nunca se lance na água”, orienta a tenente Vanessa Leandro Filipe.


A Defesa Civil pode ser acionada pelo fone 199 e o Corpo de Bombeiros Militar pelo fone 193.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro