Settra realiza blitz para fiscalizar elevadores de transporte coletivo

Settra realiza blitz para fiscalizar elevadores de transporte coletivo

Na manhã desta quinta-feira, 25, a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), através da Supervisão de Fiscalização de Transporte, realizou blitz para verificação dos elevadores dos veículos do transporte coletivo urbano na cidade. A ação, que contou com a parceria da Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS), através do Departamento de Políticas para Pessoas com Deficiência e Direitos Humanos (DPCDH), e do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPD), foi no ponto de ônibus na Avenida Rio Branco, entre as ruas Marechal Deodoro e Mister Moore, sentido Centro/bairro.


Durante a operação, 26 veículos foram vistoriados, sendo que um deles apresentou problema no equipamento, e foi autuado. Outros quatro tiveram autuação registrada por defeito no cinto de segurança disponibilizado para os cadeirantes. A blitz é complemento das atividades de rotina de fiscalização da Settra, para garantir melhorias no serviço e cumprimento das exigências legais relacionadas ao transporte público.


“Viemos para as ruas intensificar a fiscalização do transporte coletivo com relação ao funcionamento dos elevadores. Pretendemos, com isso, que todo equipamento funcione, e que as pessoas necessitadas deste dispositivo tenham o direito garantido de se locomover pela cidade. Com isso, queremos melhorar cada vez mais o serviço e fazer jus a um dos itens da licitação, que exigiu acessibilidade nos veículos”, afirmou o secretário de Transporte e Trânsito da PJF, Rodrigo Tortoriello.


Para a gerente do DPCDH, Thaís Altomar, os ônibus com elevadores são maneira de dar autonomia e independência às pessoas com deficiência, já que auxiliam na locomoção desta população: “Os ônibus, hoje, proporcionam isso, uma vez que quase cem por cento da frota está adaptada. Mas é preciso verificar in loco como este serviço funciona e as demandas de mudanças, para que a gente possa melhorar cada vez mais este sistema, que é superimportante para a pessoa com deficiência”.


A presidente do CMDPD, Valéria Andrade, ressaltou que este tipo de ação é fundamental na garantia de direitos e qualidade de vida da pessoa com deficiência: “Sem esse tipo de transporte, a maioria das pessoas estaria dentro de casa, sem opção de participar da vida social e política da nossa cidade. Então, é fundamental que os ônibus funcionem, e bem. É direito de ir e vir. A Settra, tendo o cuidado de fazer essa vistoria, permite que tenhamos mais segurança, conforto e qualidade deste serviço, fundamental no processo de inclusão da pessoa com deficiência.”


Atualmente, a cidade conta com frota de 603 ônibus, e 96% esta adaptada. O usuário que flagrar o mau funcionamento deste ou de qualquer outro equipamento do serviço de transporte coletivo pode denunciar à Settra, através do 3690-8218 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Fonte: Assessoria

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro