Especialista dá dicas para se proteger no período de tempestades com raios e relâmpagos

Especialista dá dicas para se proteger no período de tempestades com raios e relâmpagos

Com a chegada do verão e das altas temperaturas, é comum que as fortes chuvas atinjam regiões. Naturalmente, a incidência de raios e relâmpagos nesses períodos é ainda maior. Mas você sabe como se proteger? Seguindo os velhos costumes, algumas pessoas não atendem ao telefone celular, não ficam descalços ou sem camisas, e tem até aqueles que cobrem o espelho com algum tecido, acreditando que o objeto irá atrair os raios para dentro de casa.

Obedecendo ao que sua mãe recomendava, a aposentada Emília Maria Machado caracteriza o hábito como um sinal de respeito à natureza. “Sempre me lembro das coisas que minha mãe falava. Ela dizia assim: ‘Olha, se estiver relampeando não fique debaixo de árvores, cubra o espelho com um pano, pois ele pode atrair os raios. Desligue os aparelhos eletroeletrônicos da casa, e nunca deixe ninguém ficar sem camisa, pois isso é um desrespeito à natureza’. Até hoje sigo essas orientações”, conta.

Mas afinal, o que é recomendado? Para isso, o engenheiro de Segurança do Trabalho da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Luciano Ferraz deu dicas do que fazer e o que evitar nessas situações.

LONGE DE CASA

De acordo com Ferraz, na hipótese de estar em ambiente externo, evite se aproximar de piscinas, praias, pontos altos como a cobertura de edifícios e das árvores. “Esses objetos são propícios para a queda da descarga elétrica”, diz.

DENTRO DO VEÍCULO

O especialista reforça que o interior do veículo, em tese, é um local seguro. “O que se deve fazer é permanecer dentro do carro com as portas e vidros fechados até que as descargas elétricas parem de cair. O veículo se torna uma gaiola e protege a pessoa que está em seu interior, desde que ela não tenha contato com a parte metálica e não saia dele”, lembra.

DENTRO DE CASA

Para quem está dentro de casa no momento da tempestade, a recomendação é não utilizar alguns equipamentos domésticos ou aparelhos telefônicos com fio. “O ideal é desligar os aparelhos eletrodomésticos da tomada. Se for preciso, utilizar um celular que não esteja conectado à rede elétrica ou fixo, desde que seja sem fio. As fortes chuvas também costumam desregular antenas de teve, e não se deve subir em telhados para concertá-las”, reforça Ferraz. “No caso de um fio que se rompa, uma árvore ou placa de estabelecimento que caia sobre a rede elétrica, em hipótese alguma deve se retirar o objeto ou se aproximar. É importante isolar a área de pessoas, crianças e animais e ligar para a Cemig, para que a equipe remova o item com segurança”, acrescenta.

REEMBOLSO?

Durante as chuvas, as descargas elétricas podem provocar interrupções na rede de energia. Em razão disso, aparelhos eletrônicos podem sofrer danos. Mas, em alguns casos, Ferraz reitera que é possível pedir o ressarcimento às companhias elétricas, se for comprovado que dano foi causado por um problema na rede elétrica. “Para o cliente ter direito a esse benefício, assim que for constatada a queima do aparelho, ele deve se deslocar até uma agencia da Cemig ou ligar para o telefone 116, onde ele será orientado”. O consumidor também pode comprar a proteção para baixa tensão, que visa reduzir os riscos dentro da edificação. Basta solicitar junto à companhia.

ESPELHOS ATRAEM RAIOS?

É um mito antigo, que tem origem no fato de o raio produzir uma luz forte que, refletindo-se no espelho, parece ter vindo dele. Ficar próximo ou de frente para o espelho não atrai raios.

TOMAR BANHO DURANTE O TEMPORAL?

Evite tomar banhos com chuveiros elétricos durante uma tempestade. Um raio pode atingir o fio e conduzir a eletricidade.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro