PJF lança projeto de incentivo à atividades esportivas e artísticas

PJF lança projeto de incentivo à atividades esportivas e artísticas

Estimular a convivência social e proporcionar a todos o acesso gratuito à atividades culturais e esportivas. Esses são alguns dos objetivos do Programa Esporte e Lazer da Cidade (Pelc), desenvolvido pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) em parceria com o Governo Federal.


A iniciativa, implantada com apoio de verbas provenientes de uma Emenda Parlamentar proposta pela deputada federal Margarida Salomão (PT), foi apresentada à população na manhã deste sábado, 20, na Praça Jarbas de Lery Santos, no bairro São Mateus, região Central. A cerimônia contou com apresentações artísticas e esportivas, além da oferta de aferição de pressão a quem passou pelo local.


“O programa da Pelc já vinha sendo trabalhado na Secretaria há algum tempo e no ano de 2017 nós procuramos entender melhor o projeto, para que pudéssemos chegar no dia de hoje e estar dando início ao mesmo”, conta o Secretario da SEL, Julio Gasparette, ressaltando a importância da iniciativa ao proporcionar o usufruto dos espaços públicos pelos cidadãos.


Inicialmente, dois núcleos e quatro subnúcleos, localizados em diferentes regiões da cidade, irão receber as atividades, a serem desenvolvidas no biênio 2018-2019. “Nós preparamos a contratação dos agentes que vão trabalhar em todo o projeto, e definimos alguns bairros da cidade para recebê-lo, como Cerâmica, Teixeira, Vila Olavo Costa, Bela Aurora e aqui no São Mateus”, complementa Gasparette.


De acordo com o coordenador geral do Pelc, Geancarlo Castegliani, a expectativa é que cerca de 800 pessoas sejam atendidas pelo programa. “Nós oferecemos diversas modalidades, como esportiva - futsal, futebol, vôlei, basquete, queimada, handebol, e esportes lúdicos, como xadrez e dama - além de artesanato, dança, ginástica e alongamento”, destaca Castegliani.


O coordenador também esclarece que as atividades do Pelc serão ministradas por agentes sociais, coordenados por profissionais das respectivas áreas. As turmas serão montadas de acordo com a demanda de cada local e as aulas e oficinas serão realizadas pelo menos duas vezes na semana, com duração de uma hora. Os interessados já podem se inscrever (confira aqui os núcleos/subnúcelos e horários de inscrição).

 

OPORTUNIDADE


Alunos, mestres e monitores do Centro Cultural de Capoeira, Artes Populares e Esportes (CC-Cape), que atua há mais de 34 anos em Juiz de Fora e cidades da região, se apresentaram no evento de lançamento do Pelc. Em 2017, o CC-Cape trabalhou em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer e quer dar continuidade às ações por meio deste novo projeto.


“Nosso trabalho tem o objetivo de tirar as crianças do tempo ocioso e levá-las a praticar um esporte. Então, a gente leva a capoeira como um instrumento de incentivo à prática de esporte”, ressalta Francilaine Fidalgo, educadora física e secretária do Centro.


A deputada Margarida Salomão também ressalta a importância do esporte ao proporcionar oportunidades de crescimento e auto reconhecimento aos cidadãos, principalmente aos jovens. “A grande forma que a gente tem de trazer as pessoas para o coração da sociedade, trazer para o bem, é exatamente oferecer a elas alguma oportunidade, alguma atividade, alguma coisa em que elas se reconheçam”, afirma, destacando o impacto dessas atividades na segurança pública e na qualidade de vida da população juiz-forana.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro