Especialista afirma que este ano será de recuperação na economia

Especialista afirma que este ano será de recuperação na economia

Após os seus antecessores registrarem queda e estagnação econômica, o novo ano surge com a esperança de ser melhor. Foi o que afirmou o CEO da Expense Reduction Analysts no Brasil, Fernando Macedo.


“Eu vejo como muito boas as expectativas para o mercado em 2018. Tenho acompanhado alguns clientes, que tiveram dificuldades em 2016 e uma estabilização no ano passado. Todos eles têm expectativa de melhoria de receita e produção este ano. Porém, as condições macroeconômicas devem se manter e se sustentar durante o ano”, ressaltou o especialista.


Segundo Macedo, é possível crescer mediante este cenário, porém o principal erro dos empresários que buscam estabilidade e crescimento é pensar apenas em receita. “O que eu defendo é que deve ter um equilíbrio e uma busca de uma margem correta para cada situação. Aumento de receita não significa necessariamente melhora da margem de produção”, exemplificou.


Para alcançar esse equilíbrio, o especialista orienta a elaboração de um planejamento estratégico. Conforme Macedo, ele deve ser elaborado no momento certo, antes de começar o ano, e estar condizente com cenário econômico.


“Porque se você, por exemplo, trabalhar como antes, quando estava retraído, você vai ficar para trás. Ou se você não estava preparado para o aumento da demanda ou olhando apenas para a demanda e não estava se preparando para os custos recorrentes, você vai perder a lucratividade. Portanto, o primeiro passo pra que isso se mantenha equilibrado é o correto planejamento estratégico dentro do cenário econômico.”, esclareceu Macedo.


O especialista afirmou que não poderia indicar pontos nos quais os empresários deveriam trabalhar este ano, pois cada segmento foi atingido diferente com o momento econômico. “Porém, um ponto importante, para todos os empresários, é a vigilância. Cada vez que existe um movimento no mercado, eles tem que estar atentos a ele, pois se alguma decisão for tomada e esse quadro muda, eles podem pagar muito caro por não estar atentos a movimentação do mercado”, frisou Macedo.


Segundo ele, o único fator que pode modificar os rumos da economia este ano são as eleições. “O cenário político gera momentos instáveis na economia, principalmente quando ainda há muitas variáveis. Até o momento, as convenções partidárias não definiram quem são os candidatos, enquanto isso não for estabelecido, não sabemos como o mercado vai reagir”, finalizou.

Logotipo do Grupo DMI    Logotipo da Agência Formigueiro